Soft Skill: o que é? Como desenvolver?

O trabalho em grupo requer algumas habilidades para saber não apenas lidar com os outros, mas consigo mesmo. O soft skill é um termo que é utilizado pelo departamento de Recursos Humanos para caracterizar os indivíduos que possuem essas qualidades.

Normalmente, o trabalho em grupo é algo que acaba sendo incluído em diferentes áreas, sendo feito com um número grande de pessoas ou até mesmo um número reduzido. Em atividades como desmontagem e montagem de móveis, saber lidar é essencial.

A importância do soft skill para a carreira de um profissional pode proporcionar algumas recompensas, como poder demonstrar que se sabe trabalhar em grupo em processos seletivos para um emprego.

Por lidar com emoções, o profissional consegue lidar bem com situações que podem ocorrer tanto no ambiente em que está, quanto em situações que acabam abalando o psicológico.

Com isso, a desenvoltura do soft skill pode ser um ponto que um profissional pode buscar aprimorar e melhorar para que não seja um empecilho em sua carreira.

Como desenvolver?

Aprender a desenvolver um bom soft skill pode ser algo que uma pessoa busca para melhorar suas oportunidades dentro do mercado, e também crescer para que possa aprimorar suas atuações uma vez que está dentro de uma corporação.

Alguns pontos podem contribuir com a busca por essa melhoria do indivíduo como profissional, sendo alguns deles:

  • Se autoconhecer;
  • Sempre estudar;
  • Ter expectativas do cargo;
  • Buscar feedbacks;
  • Saber escutar;
  • Tentar realizar novos projetos;
  • Ter disciplina;
  • Ser paciente.

Se conhecer é o primeiro passo em torno do soft skill porque, a partir disso, é possível saber o que deve ser melhorado, o que tem mais habilidades e, também, o que deve ser desenvolvido.

Essa reflexão pode ser realizada em pausas do cotidiano, analisando o que foi feito e como se agiu, ou pensou, diante de determinada situação para que, assim, se entenda o que pode ser mudado. Isso contribui para a identificação das sensações obtidas.

Até mesmo profissionalmente podem ser feitas essas perguntas: “Minha carreira está onde desejo? É isso que realmente gosto de fazer?”. Em alguns casos, a contratação de especialistas, para dar uma melhor orientação, pode contribuir com essa autoanálise.

Outro ponto que pode contribuir com a desenvoltura do soft skill são os estudos, podendo serem feitos com cursos de como fazer um ensaio fotográfico de bebê ou, então, aulas para habilidades em comportamentos.

O desenvolvimento do soft skill é algo contínuo, especialmente com as mudanças que acabam ocorrendo dentro do mercado, fazendo com que os estudos sobre comportamentos humanos em grupo com novas profissões sejam cada vez mais realizados.

Conhecer quais são as expectativas que o cargo exige pode contribuir com o desenvolvimento da técnica porque os resultados, que são necessários entregar, acabam desafiando o profissional para que ele sempre busque melhorias.

E isso prova a importância dos feedbacks. São através desses retornos que pode ser apontado o que deve ser alterado, e o que deve ser mantido para continuar com um bom trabalho em um banner infantil personalizado, por exemplo.

Portanto, o ato de saber escutar é importante para o profissional e ele deve estar aberto para ouvir o que os colegas, superiores ou até o departamento de RH podem falar sobre para que, com isso, busque melhorias em seus comportamento.

Estar aberto para novos projetos e se arriscar neles pode ser uma fórmula para testar o soft skill na prática. Por isso, buscá-los dentro da empresa, de forma que mude o ciclo social, acaba se tornando um destes meios.

Projetos que fazem alguém sair da zona de conforto são bons para testar as habilidades, principalmente se o profissional começar a atuar em outra área com a qual não está acostumado, como em um papel de liderança.

A disciplina e a paciência também são pontos importantes dentro do soft skill, já que esse processo é algo lento de ser feito e precisa de uma rotina para que possa ter algum efeito na vida do indivíduo.

Do mesmo modo que deve-se levar um tempo para aprender todos os equipamentos que existem em um estúdio música, o soft skill acaba levando um período para que possa realmente surtir efeito, sendo um trabalho que é feito aos poucos.

Quais são os principais pontos de impacto?

Adotar novas práticas é algo que acaba trazendo as melhorias tão desejadas e necessárias para diferentes partes de uma empresa, especialmente quando estão ligadas diretamente aos seus funcionários.

1. Grupos mais eficientes

Quando uma técnica é realizada por um grupo de pessoas, as chances deste grupo melhorar em relação aos seus resultados anteriores são ainda maiores quando há uma coletividade.

Devido ao soft skill promover essa mentalidade de saber trabalhar em grupo, esses profissionais se tornam mais eficientes nas realizações de tarefas, podendo fazer até mesmo em um espaço de tempo menor que outro projeto.

Essa eficiência acaba gerando resultados positivos para as empresas de modo que novos projetos podem ser abraçados com uma maior facilidade, justamente por causa desses profissionais capacitados.

2. Atuação sob pressão

Quando uma empresa possui uma alta demanda de banner de tecido personalizado em um curto espaço de tempo, a atuação sob pressão é algo inevitável dentro desse setor para entregar tudo de acordo com o que o cliente quer e bater a meta da organização.

Dentro de empreendimentos onde os funcionários possuem um bom soft skill, essa atuação sob pressão é algo que precisa de um preparo psicológico por causa das altas demandas que as tarefas possuem e, em alguns casos, também se acumulam.

Uma equipe que sabe trabalhar com prazos apertados pode conseguir entregar um bom resultado e, dentro dele, ainda suprir as expectativas com uma qualidade alta, de modo que a meta possa ser batida e o cliente fique satisfeito.

3. Boa performance em comportamento

Dentro de um trabalho em equipe, saber ter um bom comportamento contribui com o andamento do serviço.

Uma boa performance em higienização ar condicionado residencial, por exemplo, está ligada ao fato de que os serviços no aparelho corresponderam às expectativas do cliente que o contratou.

Em trabalhos em equipe, essa boa performance de comportamento pode estar ligada ao fato de que o clima corporativo está envolvido em meio a atuação do serviço, sendo um ponto que pode afetá-la.

O soft skill proporciona que o profissional saiba lidar com outras personalidades para que o ambiente não se transforme em algo tóxico e cause uma desmotivação na equipe.

4. Flexibilidade

Novas técnicas podem contribuir para uma flexibilidade ainda maior em trabalhos em grupo, e o soft skill possibilita que, ao lidar com diferentes personalidades, o indivíduo saiba como ser ajustável dentro do ambiente profissional.

Essa flexibilidade contribui para que as ações possam ser feitas de alguma outra maneira, mas, ainda assim, dentro dos objetivos que a empresa deve alcançar.

As flexibilidades também podem estar em projetos paralelos que uma pessoa está realizando dentro do âmbito profissional para que, dessa forma, uma melhor desenvoltura possa ser adquirida em outras atuações que não são as de seu cotidiano.

As diferenças entre soft skill e hard skill

O soft skill não é a única habilidade que se é observada pelo departamento de Recursos Humanos em uma seletiva, existe também o que é conhecido como hard skills.

Diferentemente do soft, que é mais relacionado a personalidades e características dos indivíduos, o hard skill são as habilidades mais técnicas sobre este assunto, de modo que inclua as capacidades para que máquinas ou softwares possam ser feitos.

Esse conhecimento mais específico sobre determinada área de atuação, acaba sendo aprimorado com o ensino superior, cursos livres ou experiências de trabalhos anteriores em serviços gerais terceirizados, por exemplo.

Embora o soft skill também possa ser aprimorado, o formato hard chama muita atenção dos recrutadores dentro desses processos seletivos. Portanto, o profissional deve ter um equilíbrio de ambos para que possa ter bons resultados em sua carreira.

Considerações finais

Buscar habilidades que podem melhorar na realização de tarefas, por exemplo, a limpeza de cadeiras de tecido, é algo que pode contribuir para desenvolver outras, como a atuação em trabalho em grupo e, com isso, ter uma maior habilidade de soft skill.

Sendo algo que varia de profissional para profissional, mas pode ser evoluído com cursos e outros projetos, desenvolver uma melhora na atuação em trabalho em grupo e ter um bom controle emocional, é algo que está sendo cada vez mais almejado pelas pessoas.

Embora possa haver alguns pontos de impactos, em grande parte positivos, a paciência e a disciplina são fatores fundamentais para que todos possam ter essa técnica colocada em vigor em um curto espaço de tempo, e sendo aperfeiçoada ao longo dele.

A sociedade, cada vez mais, atua em grupo em pequena ou larga escala. E, quanto mais preparado o indivíduo estiver para atuar dentro dessas equipes, melhor será o seu desenvolvimento pessoal, assim como o da empresa em que trabalha.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Planilha Gratuita

Controle o Desempenho dos Colaboradores de Forma Prática, Fácil e Eficiente!

Insira seu MELHOR E-MAIL abaixo e receba a planilha agora mesmo, de forma gratuita.